Bezerra de Menezes

Casa de Recuperação e Benefícios

Bezerra de Menezes

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade. — Allan Kardec

O EVANGELHO NO LAR

Azamor Serrão popularizou-se como médium principalmente pelo receituário, recebido diretamente de nosso Patrono, Bezerra de Menezes. As filas só aumentavam, e dava gosto de apreciar o carinho e dedicação que a todos ofertava, levando juntamente com as receitas palavras de consolo e orientação. Na abertura dos trabalhos, muitas vezes havia pequenas mensagens, que a princípio ficaram restritas aos ouvintes, aos presentes que podiam apreciá-las e guardá-las em seus corações. Mais tarde, com o lançamento de O Cristão Espírita, algumas finalmente se tornaram públicas, iluminando suas páginas com palavras do mais puro amor cristão.

Tão valioso é esse acervo de mensagens, que decidimos criar para elas uma pequena seção em nosso site, e republicá-las, semanalmente. A primeira, que segue abaixo, brilhou logo na primeira página da primeira edição de O CRISTÃO ESPÍRITA, já àquela época chamando a atenção de todos para importância do Culto do Evangelho no Lar.

Esperamos que os irmãos as apreciem, e que façam aos seus corações tão bem quanto fizeram aos nossos... A coleção completa ficará à disposição, progressivamente, em nossa página de Mensagens, e quem sabe, no futuro, venham a ser reunidas também em livro, para ainda mais fácil acesso ao seu conteúdo. Deus nos ajude em nossos bons propósitos!

"Jesus nos abençõe.

Trabalhemos pela implantação do Evangelho no lar, quanto estiver ao alcance de nossas possibilidades.

A seara depende da sementeira. Se a gleba sofre o descuido de quem a lavra e prepara; se o arado jaz inerte e o cultlvador teme o serviço, a colheita será sempre desengano e necessidade, acentuando o desânimo e a aflição.

É imprescindível nos unamos todos no lançamento dos princípíos cristãos no santuário doméstico. Trazer as claridades da Boa-Nova ao templo da familia, é aprimorar todos os valores que a experiência terrestre nos pode oferecer.

Não bastará entronizar as relíquias materiais que se reportem ao Divino Mestre, entre os adornos da edificação de pedra e cal, onde as almas se reúnem sob os laços da consanguinidade ou da atração afetlva. É necessário plasmar o ensinamento de Jesus na própria vida, adaptando o sentimento à Sua beleza excelsa.

Evangelho no lar é Cristo falando ao coração. Sustentando semelhante luz nas igrejas vivas da família, teremos a existência transformada na direção do sumo bem.

O céu, naturalmente, não reclama a santificação de nosso espirito de um dia para o outro, nem exige de nós, de imediato, as atitudes espetaculares dos heróis amadurecidos no sofrimento renovador.

O trabalho da evangelização é gradativo, paciente e perseverante. Quem recebe na inteligência a gota de luz da revelação cristã, cada dia ou cada semana, transforma- se no entendimento e na ação, de maneira imperceptível. Apaga-se nas almas felicitadas por essa bênção o fogo das paixões e delas desaparecem os pruridos da inquietação inútil e da maledicência que lhes situam o pensamento nos escuros resvaladouros do tempo perdido. Enquanto isso ocorre, despertam para a edificação espiritual com serviço por norma constante de fé e caridade, nas devoluções a que se afeiçoam, de vez que compreendem por fim, no Senhor, não apenas o Amigo Sublime que salva e ajuda, mas também o Orientador que corrige e educa para a felicidade real e para o bem verdadeiro.

Auxiliemos assim a plantação do cristianismo no santuário familiar, se desejamos efetivamente a sociedade aperfeiçoada no amanhã sublime da Terra.

Em verdade, no campo vasto do mundo, as estradas se bifurcam, mas é no lar que começam os fios do destino e nós sabemos que o homem, na essência, é o legislador da própria existência. É o dispensador da paz ou da desesperação, da alegria ou da dor, a si mesmo.

Ajudar semelhante realização, estendendo-a aos círculos de nossa amizade, oferecendo-lhe o nosso concurso ativo na obra da regenerarão dos espíritos, na época atormentada que atravessamos, é sagrada obrigação que nos reaproximará do Mentor Divino, que iniciou o seu apostolado na Terra, não somente entre os doutores de Jerusalém, mas igualmente nos Júbilos domésticos da festa de Canã, quando simbolicamente transformou a água em vinho, na consagração da glória familiar.

Que a Providência celeste nos fortaleça para prosseguirmos na tarefa de reconstrução do lar sob os alicerces do Cristo, nosso Mestre e Senhor, dentro da qual cumpre colaborar com as nossas melhores forças são os votos sinceros do irmão e servo humilde" - BEZERRA DE MENEZES

(Mensagem recebida por Azamor Serrão, transcrita de O Cristão Espírita, ed.01, agosto de 1965)

COMO DEVE O ESPÍRITA AGIR FRENTE À CRISE QUE VIVEMOS?

Essa é uma dúvida muito presente neste momento, compartilhada em muitos fóruns e conversas entre os irmão de ideal.

Diante de tantos descalabrabos, de tantos problemas enfrentados, nas mais variadas frentes, que fazer? Onde poderemos ser mais úteis? Como ajudar, para que essa transição planetária se dê de modo mais rápido e ao mesmo tempo mais suave? Qual o papel social do espírita nos dias atuais?

Selecionamos e transcrevemos em nosso site um precioso artigo de Kardec, sobre as questões sociais, que talvez possam nos servir de norte nesse instante em que mais que nunca, precisamos dar testemunhos de nosso ideal. Trata-se do Discurso III, da Viagem Espírita de 1862. Bem meditado, ele pode nos trazer diversas reflexões importantes para uma definição de rumo pessoal e coletiva.

Confiram!

OS CRIPTÓGAMOS CARTUDOS FAZEM SUCESSO NA INTERNET

Acaba de ser publicado, pela TV IBBIS, o vídeo da palestra de nosso confrade Jorge Damas Martins, no último Congresso Roustaing, sobre o curioso tema dos "Criptógamos Carnudos", expressão utilizada na obra "os Quatro Evangelhos" que tem gerado muita controvérsia e os mais animados debates... Para facilitar o acesso ao seu conteúdo, trouxemos o vídeo para a nossa videoteca, e convidamos todos a assistí-lo. Para acessá-lo, basta clicar no link a seguir ou no ícone acima, no canto superior direito dessa página. O título da palestra e do vídeo é "As Origens da Encarnação e os Criptógamos Carnudos", na última prateleira, abaixo, edição 2017.