Bezerra de Menezes

Casa de Recuperação e Benefícios

Bezerra de Menezes

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da humanidade. — Allan Kardec

HOMENAGEM

Certa vez, ao aproximar-se a data do nascimento do Dr. Adolfo Bezerra de Menezes, o orientador da Casa de Recuperação e Benefícios Bezerra de Menezes, Azamor Serrão, animou-se do desejo de realizar uma homenagem festiva ao nobre mentor espiritual. Foi combinado que haveria muitos doces e bolos para distribuir com os presentes à sessão, na sede daquela Casa. Não tardou que o Dr. Bezerra fizesse ver ao médium a desnecessidade de uma homenagen dessa natureza, em que se premeditava misturar os prazeres da alma com os prazeres do estômago.

Se desejassem lembrar a data em que reencarnara (29 de Agosto de 1831, no Riacho do Sangue, Estado do Ceará), então procurassem satisfazer apenas os anseios espirituais de quantos comparecessem à reunião. Diante disso, os preparativos para uma festa nos moldes profanos foram imediatamente cancelados, prevalecendo a ideia de uma sessão unicamente espiritual, com base na Doutrina e no Evangelho.

Logo depois, o Espirito do Dr. Bezerra de Menezes deu ao médium a luminosa mensagem que abaixo reproduzimos, na qual se expande toda a sua ternura:

Paz e amor em Jesus.

Filhos: As homenagens que os vossos corações cheios de amor prestam a este humilde servo do Senhor, devem converter-se em sublime oportunidade para nos encontrarmos unidos, menos para reverenciar um Espírito que se esforça por alcançar a suprema glória de servir a Deus, nosso Pai, do que para cuidar da Doutrina que o Senhor nos concedeu através do Espírito Missionário de Allan Kardec. Nada ou pouco temos feito. Apenas procuramos colaborar na obra do Senhor,pondo em pauta os ensinos anotados no Evangelho. Estudemos, pois, para que o divino Médico, o Cristo de Deus, não diagnostique carência evangélica em nossas atitudes. Lembremos a recomendação do apóstolo Paulo numa de suas epístolas: "Homem, cuida de ti e da doutrina, segundo os exemplos do Cristo - Jesus".

Assim, perguntamos: "Que fizemos para merecer tantas homenagens?" Responderemos: "Nada". Na verdade, muito temos a fazer, pois o Cristo tudo fez por nós com o objetivo de nos ensinar o caminho que nos levará à eterna alegria. Portanto, filhos que tanto quero, peço que tais homenagens não visem a engrandecer este Espírito, que,com muito contentamento, serve ao Senhor, mas que se transformem em preces que iluminem a todos os Espíritos encarnados e desencarnados,envolvendo-os nas mais puras vibrações de amor. Que nasça nas expansões de bondade de cada coração uma rosa de ternura, para que cada coração irradie o perfume do amor e da esperança, modificando o mundo, transmudando-o num jardim de paz e trabalho benéfico, onde Maria Santíssima, Anjo tutelar da humanidade, nos ampare com o amor sacrossanto da Mãe sagrada e nele possa colher as mais belas flores do sentimento para continuar enfeitando o Céu.

Que as bênçãos de Deus caiam sobre toda a humanidade, são os votos deste humilde servo do Senhor!

(Mensagem de Bezerra de Menezes recebida por Azamor Serrão, transcrita de O Cristão Espírita, ed. 07, Agosto/Setembro de 1966))

Veja também mais mensagens de Bezerra de Menezes recebidas por Azamor Serrão, Fundador e Orientador Geral de nossa Casa.

TEMPO DE NATAL

Auta de Souza, por Francisco Cândido Xavier

Jesus, servindo sem guerra,
Demonstrou, sem nada impor,
Que o reino da paz, na Terra,
Tão-só precisa de amor.
***

Não menosprezes quem te bate à porta...
Contempla a segurança do teu ninho
E repara, lá fora, o torvelinho
Da miséria que punge e desconforta.

Fome... Frio... Viuvez... Pranto escarninho...
Não responda dizendo “que me importa?”,
Traze à dor da esperança quase morta
Um caldo... Um pão... E um gesto de carinho...

Uma gota de leite... Um trapo... Um bolo...
Isso é muito a quem sofre sem consolo,
No vale onde a aflição ruge e domina...

E a migalha que deres a quem chora,
Um dia, ao Sol do Amor, na Eterna Aurora,
Será teu prêmio na Mansão Divina.